Seja bem-vindo(a), Faça login

NA MÍDIA

Confira as matérias incríveis sobre a VitrinesDay:

 

Conheça cinco iniciativas de moda que beneficiam mulheres

Neste Dia Internacional da Mulher, a coluna traz projetos que promovem a autoestima feminina e o acesso ao mercado de trabalho

Ilca Maria Estevão

08/03/2021 5:00,atualizado 08/03/2021 14:33

O Dia Internacional da Mulher (8/3) é uma data para celebrar conquistas e lembrar que ainda há muito a ser feito em prol dos direitos femininos. A moda refletiu várias transformações importantes para as mulheres ao longo da história e, até os dias atuais, pode ser usada como uma ferramenta a favor do empoderamento. Para celebrar este dia tão importante, a coluna traz cinco projetos que beneficiam mulheres, desde o fortalecimento da autoestima até a capacitação profissional.

Vem conhecer essas iniciativas!

Durante um quadro de depressão na vida adulta, a jornalista brasiliense Dayane Almeida se reconectou com um hobby da adolescência: a costura. Ao perceber que a moda pode ser uma ferramenta de superação, criou a marca VitrinesDay em 2017. A etiqueta tem como missão ajudar mulheres a encontrar o equilíbrio emocional e a autoestima.

Desde então, as coleções sempre têm alguma inspiração que cerca o universo feminino. Entre elas, a campanha Outubro Rosa (sobre o câncer de mama) e a presença das mulheres na política, além de outros temas importantes, como Fevereiro Roxo (Alzheimer, lúpus e fibromialgia) e Setembro Amarelo (prevenção ao suicídio).

Clique para ler matéria completa.

 

 

VitrinesDay lança coleção inspirada na atuação feminina na política

A estilista e jornalista Dayane Almeida homenageia Carlota Pereira, a primeira deputada federal do Brasil

 

A estilista e jornalista Dayane Almeida usa a moda para empoderar e levar equilíbrio emocional às mulheres. Cada coleção de sua marca, a VitrinesDay, é inspirada em uma história de superação. Depressão, violência doméstica, relacionamentos abusivos e câncer de mama já foram temas abordados no projeto. Desta vez, a iniciativa vem com uma nova ideia: ensinar política por meio da sexta coleção da etiqueta, batizada de Carlota Pereira.

Cada peça do novo trabalho ganhou o nome de um ato político e acompanha um texto explicativo. Os modelos são versáteis e inspirados na atuação feminina no Parlamento. O lançamento, nesta quinta-feira (27/06/2019), acontece com a inauguração do showroom da label, na Asa Sul.

 

Vem comigo saber mais!

Em outubro do ano passado, Dayane contou à coluna sobre o desejo de ensinar as funções do Poder Legislativo por meio da VitrinesDay, sua marca criada em 2017. Alguns meses depois, o projeto tomou forma. “Como sou assessora de imprensa na Câmara dos Deputados e trabalho na política desde os 16 anos, vejo que as pessoas ainda são muito alheias ao assunto. Eu tinha esse sentimento de tentar ensinar sobre a política”, afirma.

O nome da coleção é uma homenagem a Carlota Pereira (1892-1982), eleita a primeira deputada federal do Brasil no início da década de 1930. Dayane se identificou com o legado da parlamentar paulistana: ela foi pedagoga, médica e se destacou pela atuação nas áreas da saúde, educação e assistência social. Uma das referências para a coleção foi uma foto emblemática com Carlota no meio de vários homens no Congresso.

Clique para ler matéria completa.

 


(Revista Impressa)

Clique para ler matéria completa.

 

Dayane Almeida lança coleção inspirada na luta contra o câncer

Com a VitrinesDay, a jornalista e estilista brasiliense publica relatos de superação e oferece Dia de Princesa para mulheres

A forma como nos vestimos é um retrato da nossa personalidade e do nosso estado de espírito. Por isso, a moda pode ser uma maneira incrível de redescobrir a autoestima, assim como aconteceu com a brasiliense Dayane Almeida, 30 anos, que encontrou no ramo a cura da própria depressão.

Apaixonada pela costura desde cedo, a estilista criou a primeira peça aos 13 anos, quando transformou uma calça jeans em jaqueta. Três anos depois, ainda no ensino médio, começou a trabalhar em órgãos públicos, mas se questionava sobre a escolha do curso: direito ou moda?

Surpreendentemente, acabou escolhendo jornalismo, porém, isso não impediu que ela se redescobrisse mais tarde e, em 2017, criou a marca VitrinesDay. Por meio da iniciativa, promove uma espécie de “Dia de Princesa” para mulheres com uma história de superação a contar. A proposta é simples e de grande significado: um dia no salão de beleza, com direito a ensaio fotográfico, entrevista ao site do projeto e uma peça de roupa de brinde.

Para a quarta coleção, que será lançada em Brasília neste sábado (6/10), Dayane se inspirou em mais uma história de luta e de vida. A coluna foi pessoalmente conferir as peças e bateu um papo com ela.

Clique para ler matéria completa.

 

 

VitrinesDay moda empoderada

Você já pensou se é possível unir moda a empoderamento feminino? A resposta é sim é possível, unindo o conteúdo e moda, a jornalista brasiliense Dayane Almeida com a VitrinesDay criou a união entre a costura e o relato de mulheres empoderadas. Conheça no post de hoje um pouco mais dessa marca que lança amanhã dia 6 de outubro uma coleção cápsula em homenagem ao Outubro Rosa.

Baseada em resgatar a autoestima e o equilíbrio emocional das mulheres, a VitrinesDay faz moda de um jeito diferente. Dayane Almeida jornalista há mais de 10 anos, após passar por algumas mudanças em sua vida resolveu investir em outra paixão, a moda. A ideia de fazer moda com propósito, nasceu de uma depressão e síndrome do pânico que ela adquiriu após uma experiência profissional marcada por abusos e assédio moral. “Já costurava como hobby e fui orientada pelos meus médicos a fazer algo que me ajudasse no processo de recuperação, foi então que comecei a costurar para outras pessoas. Mais do que vender roupas, a marca tem o objetivo de resgatar mulheres em crise, usando suas peças e o jornalismo para contar histórias como a que viveu”, contou Dayane.

A VitrinesDay é uma marca de roupas feminina que busca o resgate da autoestima e do equilíbrio emocional das mulheres. A cada lançamento de coleção, a marca promove um dia de princesa para uma guerreira com uma história forte de vida. Neste dia, além de ser entrevistada, ganhar uma peça de roupa, cuidados de beleza e um ensaio fotográfico, a princesa escolhida compartilha sua história para que o seu exemplo levante outras mulheres.

Clique para ler matéria completa

 

 

VitrinesDay promove evento sobre moda e saúde neste domingo

Estilista brasiliense Dayane Almeida, à frente da marca, fará seu primeiro desfile, em evento sobre fibromialgia, lúpus e Alzheimer

Educar a comunidade sobre doenças como a fibromialgia é a missão da nova coleção da marca brasiliense VitrinesDay. A enfermidade acomete a estilista e criadora da label, Dayane Almeida. As peças também são inspiradas na luta das mulheres que sofrem de lúpus e Alzheimer. Neste domingo (15/03), Dayane apresenta as novidades no primeiro desfile da marca, no evento “Você não vê, mas eu sinto”.

Vem comigo saber os detalhes!

A programação do encontro reúne moda e saúde: além do desfile, terá danças, bate-papo educativo e DJs. A ideia é abrir os olhos das pessoas e das autoridades sobre essas doenças que, apesar de não manifestarem sinais visíveis, causam grande sofrimento. Foi daí que nasceu o nome do evento.

Como lembra a estilista, enfermidades como lúpus e fibromialgia ficaram mais conhecidas depois que celebridades como Lady Gaga e Selena Gomez falaram sobre o assunto. Em 2017, Gaga chegou a cancelar uma apresentação no Rock in Rio por causa de uma crise de fibromialgia. Anos antes, ela revelou sofrer de lúpus, patologia que também afeta Selena.

A coleção será revelada apenas no desfile, mas a marca já deu algumas dicas do que está por vir. Quimonos, mangas bufantes, seda, drama e várias tonalidades de roxo são algumas das apostas. A cor foi escolhida em homenagem à campanha Fevereiro Roxo, que trata das três doenças em questão. Entretanto, o evento foi marcado para março para “não competir” com o Carnaval.

As peças priorizam o conforto e a simplicidade no modo de vestir. Até os vestidos mais justos terão zíperes com mais de 50 centímetros, para facilitar a vestibilidade. “As fendas ajudam no movimento, na autoestima e segurança das mulheres. Tem muitas estampas florais, que funcionam tanto para o inverno quanto para o verão”, adianta Day.

Clique para ler matéria completa.